Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
A educação rural está fora de rumo: os agricultores sofrem por falta de conhecimentos e por excesso de individualismo

24/05/2012

:. Do mesmo autor
O que pedem os agricultores e o que podem os governos: mendigar dependência ou proporcionar emancipação?

A escola rural deve formar "solucionadores de problemas"

Como enfrentar a crise da agricultura: lamentando os problemas insolúveis ou resolvendo os problemas solucionáveis?

Rentabilidade na agricultura: com mais subsidios ou com mais profissionalismo?

Uma mensagem de esperança aos pequenos agricultores: a rentabilidade já está ao alcance de todos

Agricultores, abram os olhos: não se dediquem apenas à etapa POBRE do agronegocio

Inicio este texto com as seguintes afirmações, aparentemente muito categóricas, relacionadas com o desenvolvimento agrícola e rural no Brasil e na América Latina: a) a principal causa dos problemas econômicos da grande maioria dos produtores rurais reside nas ineficiências que eles cometem nas distintas etapas do seu negócio agrícola; causadas fundamentalmente pela inadequação do nosso sistema de educação rural, formal nos três níveis e não formal; b) os governos continuam demonstrando que, através da ineficaz via paternalista, definitivamente não estão em condições políticas, operativo-institucionais nem financeiras de solucionar todos os problemas de todos os agricultores, ano após ano. Esta realidade é tão evidente que nos obriga a abandonar as ilusões e utopias da demagogia e do populismo e mudar radicalmente de rumo; c) Necessitamos formar, capacitar e estimular a formação de grupos solidários/cooperativos de agricultores para que eles mesmos saibam e possam evitar, corrigir e/ou eliminar suas ineficiências. Cumprido este pré-requisito educativo-emancipador, os agricultores saberão o que e como fazer para solucionar seus problemas e, ao fazê-lo, simplesmente prescindirão do retórico paternalismo governamental; tal como já estão fazendo muitos agricultores que se emanciparam do paternalismo graças à sua eficiência e espírito cooperativo.

É muito fácil confirmar, diretamente no campo, a ocorrência das ineficiências e a viabilidade de eliminá-las com conhecimentos e com práticas cooperativas.

Para demonstrar que os próprios agricultores poderiam corrigir suas ineficiências, basta visitar as propriedades, comunidades e mercados rurais e nelas, em primeiro lugar, encontrar claros e generalizados erros na maneira como os agricultores produzem, como administram suas propriedades e como comercializam seus excedentes; e, em segundo lugar, constatar que estas ineficiências são causadas muito mais por falta de conhecimentos adequados por parte dos produtores rurais que por falta de ajudas paternalistas dos seus governos (doação de terras, concessão de créditos, subsídios, máquinas, insumos, etc.). As ineficiências que ocorrem com maior frequência na nossa agropecuária e que confirmam o enunciado nos itens a, e c do primeiro parágrafo deste artículo, são as seguintes:

-Os produtores rurais são vítimas do seu próprio individualismo o qual os conduz ao fracasso econômico porque: a) adquirem os insumos sempre em forma individual no varejo, com alto valor agregado e do último elo de uma longa cadeia de intermediação, b) ao comercializar suas colheitas fazem exatamente o contrario; isto é vendem ao primeiro elo desta cadeia, no atacado, sem incorporar-lhes valor agregado e c) muitos insistem em fazer investimentos individuais em maquinaria superdimensionada e de custo elevado (por exemplo semeadoras e colheitadeiras) que utilizam poucos dias ao ano.

-Mesmo que os seus recursos produtivos sejam escassos e não existam severas restrições climáticas, eles mantém a terra, os animais e a mão de obra com baixa produtividade e subutilizados ou improdutivos durante longos períodos do ano.

Páginas: anterior 1 2 3 4 5 6 7 próxima Topo da página


Polan LackiEnvie um email!
Pesquisador - FAO

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

:. ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos por assunto

Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br