Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Adubação de plantas cítricas sob telado

19/11/2007

Introdução

A qualidade da muda cítrica poderá se constituir em fator limitante na implantação do pomar. Assim, o cultivo em ambiente protegido vem se constituindo em uma das medidas exigidas pela legislação brasileira para obtenção de uma boa muda (certificada). Neste cultivo, a associação de substratos isentos de patógenos e adubação nitrogenada mais intensa resultará em mudas aptas ao transplante em tempo reduzido.

A utilização de recipientes com reduzidas dimensões, por longo período de permanência das plântulas, tornam os sistemas radiculares sujeitos a restrições físicas. O uso de fertilizantes de liberação lenta é de grande praticidade para produção de mudas em recipientes, fundamentado na contínua liberação dos nutrientes, reduzida lixiviação e manutenção da nutrição por todo período de crescimento. Associado a isto tem-se a redução de mão-de-obra nas adubações em cobertura, redução de danos às sementes ou plântulas pela salinidade e perda de N por volatilização.

Exigências nutricionais

Nitrogênio (N)

As pesquisas realizadas com diferentes porta-enxertos de citros mostraram que o nitrogênio é o nutriente mais importante para o crescimento vegetativo das mudas, com exigência nutricional diferenciada. Os limoeiros apresentam maiores alturas e diâmetros do caule e chegam mais rapidamente ao ponto de enxertia que as tangerineiras.

Doses

Mudas de limoeiro ‘Cravo’ tiveram o crescimento máximo com aplicação semanal da dose de 0,37 g/L de N como uréia ou nitrato de cálcio, não havendo variação entre as fontes.

As doses de N, na forma de uréia, recomendadas para os porta-enxertos ‘Cravo’, ‘Volkameriano’, ‘Cleópatra’ e ‘Sunki’ são, respectivamente, 455, 433, 543 e 546 mg/dm3 de substrato.

Doses muito altas de N limitam o acúmulo de N, P, K, Ca e Mg na parte aérea das mudas do limoeiro ‘Cravo’.

Fontes

O N pode ser fornecido usando-se fontes nas formas nítrica, amoniacal e amídica.

Páginas: anterior 1 2 3 próxima Topo da página


Antonia Fonseca de Jesus MagalhãesEnvie um email!
Pesquisadora - EMBRAPA/CNPMF

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

:. ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos por assunto

Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br