Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Determinação do ponto de feno do capim-elefante roxo (Pennisetum purpureum Schum.) CV. roxo por meio de secagem à sombra e ao sol.

Página 2/3

:. Do mesmo autor
Mandioca na Alimentação animal

Avaliação do desenvolvimento da Palma Forrageira Opuntia fícus-indica Mill. cv. Gigante

MATERIAL E MÉTODOS

O trabalho foi realizado na Escola de Agronomia, Universidade Federal da Bahia, no município de Cruz das Almas – Bahia, no período de maio de 2001 a junho de 2002. Decorridos 79 dias do corte de uniformização procedeu-se a colheita seguida imediatamente da trituração e exposição para secagem. Os dados climáticos observados de maio de 2001 a fevereiro de 2002 são apresentados na Tabela 1.

Tabela 1 Dados climatológicos do período maio de 2001 a fevereiro de 2002

Fonte: Posto Meteorológico da EMBRAPA / CNPMF / MA - Cruz das Almas – BA, Brasil.

Os processos de secagem utilizados foram os seguintes:

Tratamento 1 - secagem ao sol por 12 horas e secagem final à sombra.

Tratamento 2 – secagem com exposição exclusiva ao sol por 24 horas.

Para avaliar a curva de desidratação do capim-elefante roxo triturado, coletaram-se quatro amostras (4 repetições) em sacos plásticos, a cada 3 horas, e levadas ao laboratório para as determinações de umidade e matéria seca, utilizando-se o método indireto descrito por Silva (1990). Os dados foram analisados por meio do programa SAS (1999).

RESULTADOS E DISCUSSÃO

Na desidratação do capim-elefante roxo triturado pelo processo 1, observou-se rápida perda de água durante as 12 horas iniciais em que o material ficou exposto ao sol, o que não aconteceu na subseqüente secagem à sombra, que durou 27 horas até que o material atingisse o ponto de feno. Neste tratamento o capim-elefante roxo triturado alcançou o ponto de feno com 39 horas de secagem (99 horas após o corte), com teor médio de 83,4 % de MS, correspondente a 16,6 % de umidade. Este teor está dentro da faixa de 10 – 20 % recomendada por vários autores (LAVEZZO, 1988; VILELA, 2001)

Quanto ao processo 2, a forragem apresentou rápida perda de água, sendo o ponto de feno alcançado com 21 horas de exposição ao sol (51 horas após o corte), com teor médio de 84,8 % de MS, correspondente a 15,2 % de umidade, portanto, dentro da faixa de umidade ótima recomendada na literatura citada. As condições climáticas favoráveis da época em que foram produzidos os fenos e o uso manual do ancinho para a realização do revolvimento, contribuíram para melhorar a desidratação do material triturado.

Páginas: anterior 1 2 3 próxima Topo da página


Jorge de AlmeidaEnvie um email!
Agrônomo - EBDA

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • feno
    olá sou Antonio Rodrigues e gostaria de saber se posso plantar capim elefante roxo para fazer feno, e se este é um bom alimento para os equinos e bovinos! Nossa Senhora de Nazaré-PI
    antonio rodrigues - 02/06/14 16:21

  • feno
    Gostaria de saber se posso fazer o feno com todo tipo capim, ou tem capim apropriado para esse tipo de ração.
    antonio rodrigues - 02/06/14 16:15

  • feno
    gostaria de saber se posso desidratar o capim elefante inteiro? e quero saber tambem aonde secar, na sombra ou no sol? muito obrigado!
    paulo tiago - 31/03/13 20:25

  • Capim elefante
    Eu sou João Bosco, sou pequeno criador e gostaria de saber qual o tamanho ideal para corte do capim elefante para forrageira! abraços obrigado.
    João Bosco - 28/02/13 14:41

  • gostaria de saber se poso enfardar o napier como se fas com outros capins tipo a tifiton meu napier esta com uns cinquenta centimetros e seria para alimentaçao de equinos gostaria de uma resposta o mais breve posivel obrigado.

    josé airton trevizan - 18/10/11 07:27

  • fenação
    compreendi todo processo de como fazer e armazenar o feno , a minha dificuldade é bolar uma enfardadeira manual
    joaquim fernandes filho - 07/08/11 22:46

  • Feno capim elefante
    A avaliação quando a produção do feno deveria ter levado em consideração a qualidade final do produto em termo de valor nutritivo, não poderemos fazer um trabalho avaliando custo sem qualidade.
    Marcos Roberto Callou deSa - 22/03/10 09:43

  • ameii a atitude
    ô valeu por colocar um asssunto tão importante assim ao nosso dispor ameii as formas de processamento dessa forrageira abracos anteciosamente =Jorge nascimento
    jorge mara-minas - 18/11/09 17:28

  • capim napier
    gostaria de saber como faço para conseguir sementes para plantar
    Franscisco de Assis do Monte - 24/09/09 07:17

  • capim elefante
    gostaria de saber por quanto tempo poderia manter o capim em sacos,uma vez triturado e desidratado.Devo triturar antes de expor ao sol ou seco inteiro?Qual a melhor variedade para tal uso?Qual a produtividade em MS por ha?Sou medico e pecuarista no RS.Muito obrigado .
    jair winckler - 23/12/07 14:14

  • capim elefante roxo
    como criador de cavalos mangalarga marchador e usuario do capim supra-citado, para ração dos animais é que posso afirmar da boa con- ção de reiqueza proteica deste capim. Só não conhecia ainda como feno. Aqui no sitio nos usamos o capim elefante roxo aditivado com oleo de soja na ração para cada cavalo, um dia antes de cada cavalgada. faz muito bem.
    EUSTAQUIO GUSMÃO - 27/09/07 16:10

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS

    Artigos por assunto

    Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
    Copyright © 2000 - 2019 Agronline.com.br