Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Produção de Cordeiros

Página 4/10

4 – Sistema Intensivo:

No sistema intensivo de produção de ovinos sob pastejo baseia-se na utilização de matrizes de porte médio, com 60 a 65 kg de peso vivo (PV), e alta prolificidade, apresentando intervalo entrepartos pequeno (menor que 8 meses). Esse sistema exige a utilização de forrageiras de elevado valor nutritivo e altas produções de matéria seca (MS) por hectare possibilitam altas taxas de lotação de matrizes nas pastagens, o que resulta em maior número de cordeiros nascidos por área. Isto garante alta produtividade por área, pois gramíneas de alta produção suportam altas lotações. Hoje em dia o custo da “terra” é bastante alto em algumas regiões, principalmente onde formam cinturões agrícolas e melhores índices de produção precisam ser alcançados para que qualquer exploração pecuária torne-se rentável. Uma outra forma de sistema de pastejo intensivo para a produção de cordeiros, é com terminação em confinamento, acelerando o ganho de peso e diminuindo a idade ao abate e impedindo a infestação parasitária dos cordeiros, uma vez que animais jovens são mais susceptíveis a verminose.

O confinamento é recomendado quando a disponibilidade de pastagens de qualidade para os cordeiros é baixa. Também, em regiões onde as condições ambientais propiciam uma elevada contaminação dos pastos por parasitas, juntamente com elevadas taxas de lotação, o desmame precoce e a recria e engorda de cordeiros em confinamento, são técnicas de manejo que controlam as perdas causadas pelos vermes, sem necessitar do uso abusivo de vermífugos.

Em regiões onde o valor da terra é elevado, a produção de carne por hectare deve ser maximizada, o que só é conseguido com técnicas intensivas de produção. O animal a ser confinado deve ser jovem e apresentar potencial de ganho de peso elevado. Se a alimentação utilizada nos confinamentos é de qualidade e, provavelmente, de alto custo, espera-se que o cordeiro responda a esta melhor nutrição com taxas de crescimento elevadas e ótima eficiência alimentar. Cordeiros machos que são abatidos ainda jovens não necessitam ser castrados. A castração aumenta a deposição de gordura na carcaça além de piorar a eficiência alimentar.

Fêmeas devem ser abatidas com peso inferior ao dos machos, por depositarem mais gordura na carcaça e serem menos eficientes no ganho de peso. Excesso de concentrado na dieta do confinamento, e abate de animais muito pesados, produz carcaças com altos teores de gordura.

A decisão da implantação do confinamento, depende principalmente, do maior retorno econômico, que este sistema intensivo de terminação de cordeiros, pode propiciar.

Páginas: anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 próxima Topo da página


Alexis Wanderley de OliveiraEnvie um email!
Estudante Zootecnia - UFAL

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • ovinos em confinamento
    EU PARTICULAMENTE GOSTEI MUINTO DAS EXPLICAÇÕES EU SOU UM CRIADOR DE OVINOS EM CONFINAMENTO E APRENDI BASTANTE OBRIGADO E PUBLIQUE MAIS.
    Antônio vamberto gonçalves - 15/01/12 23:50

  • Produção de Cordeiro
    Muito boa as explicações.
    Carlos - 17/07/09 08:50

  • Gostei muito do artigo!
    Gostei do seu artigo, publique mais sobre o assunto. Obrigado!
    Julian - 10/10/08 11:34

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS

    Artigos por assunto

    Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
    Copyright © 2000 - 2019 Agronline.com.br