Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Produção de Cordeiros

Página 9/10

5.3 - Utilização de subprodutos:

A alimentação representa grande parte do custo de produção. Nesse caso, a utilização de subprodutos é recomendável com o objetivo de minimizar estes custos. Segundo pesquisas realizadas com ovinos alimentados com diferentes níveis de dejetos de suínos, concluíram que a utilização de até 45% deste subproduto não prejudicou o desempenho dos animais e também não afetou as características relacionadas à carcaça dos cordeiros. Rações à base de cama de frango, pode ser possível utilizar até 54,6% deste subproduto em rações para cordeiros em confinamento. Outros subprodutos podem ser utilizados na alimentação de cordeiros como o resíduo de panificação - biscoito - RPB.

5.4 – Alimentador Privativo (CREEP FEEDING)

Alimentação privativa, também conhecida como Creep Feeding, é a suplementação de cordeiros, ainda em aleitamento, com concentrado, em local exclusivo a eles, a partir dos 10 dias de idade. Essa se torna uma prática viável, visto que se podem desmamar animais precocemente (45 dias) com bom peso; os animais, se confinados, já estão acostumados ao tipo de alimento; e, exige-se menos das fêmeas lactante. O consumo de alimento dos cordeiros, entre duas e seis semanas de idade, é afetada pela palatabilidade da ração e pelas condições do “creep”. Este deve ser de fácil acesso, com boa luminosidade, localizando-se próximo ao ponto preferencial de descanso do rebanho. Até quatro semanas de idade, os filhotes preferem ração farelada; após quatro a cinco semanas aceitam dietas peletizadas, podendo consumir grãos inteiros, a partir da quinta semana. Os cordeiros aprendem com suas mães quais alimentos devem preferencialmente ingerir e quais rejeitar. Portanto, ao optar-se pela utilização do “creep feeding”, sugere-se, com o objetivo de acelerar o consumo de concentrado que os primeiros animais nascidos disponham de pelo menos um indivíduo já condicionado a comer ração (um cordeiro órfão, por exemplo), o qual se encarregará de ensiná-los.

Páginas: anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 próxima Topo da página


Alexis Wanderley de OliveiraEnvie um email!
Estudante Zootecnia - UFAL

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • ovinos em confinamento
    EU PARTICULAMENTE GOSTEI MUINTO DAS EXPLICAÇÕES EU SOU UM CRIADOR DE OVINOS EM CONFINAMENTO E APRENDI BASTANTE OBRIGADO E PUBLIQUE MAIS.
    Antônio vamberto gonçalves - 15/01/12 23:50

  • Produção de Cordeiro
    Muito boa as explicações.
    Carlos - 17/07/09 08:50

  • Gostei muito do artigo!
    Gostei do seu artigo, publique mais sobre o assunto. Obrigado!
    Julian - 10/10/08 11:34

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS

    Artigos por assunto

    Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
    Copyright © 2000 - 2019 Agronline.com.br