Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Sistema de pecuária bovina orgânica no pantanal

Página 4/7

:. Do mesmo autor
As braquiárias no Pantanal

Queimada controlada no Pantanal

Utilização da Queima Controlada em Caronal

Incremento de pastagem na planície pantaneira, Corumbá,MS

Na foto 2 pode ser visualizado algumas fitofisionomias típicas da sub-região da Nhecolândia, Pantanal.

Foto 2 – Vista aérea da sub-região da Nhecolândia durante o período de seca, onde 1- as áreas mais baixas como bordas de baías, vazantes e baixadas em geral são usadas para forrageamento por vários herbívoros silvestres como veado campeiro (Ozotocerus bezoarticus leucoagaster) (Soares e Santos, 1996), capivaras (Hydrochaeris hydrochaeris), entre outros. Além do mais, estas áreas constituem num banco de proteína para os bovinos e eqüinos, pois possuem espécies de alta qualidade nutricional, sendo altamente preferidas por estes animais (Santos, 2001). Portanto, estas áreas devem ser preservadas; 2 - no caso de espécies cultivadas, estas devem ser introduzidas, preferencialmente, nas áreas de campo-cerrado, capim vermelho (Andropogon hypogynus) e também áreas pouco usadas para pastejo como ‘caronal’ (áreas com predominância do capim carona (Elyonurus muticus), áreas de campo sujo (Comastri-Filho, 1997), e outras identificadas ‘in loco’; 3 - O desmatamento de capões e cordilheiras (áreas pouco ou não alagáveis) não é recomendável, pois destrói hábitats chaves, com flora e fauna específicas, que tem a função de refúgio e sítios de nidificação de numerosas espécies. No Pantanal, existem cerca de 656 espécies de aves. Em habitat de floresta, ocorrem 443 espécies de aves (67,5%), e o restante, em habitats de alguma forma abertos como cerrados, campos inundáveis, rios, baías, corixos e pastagens. Um total de 286 espécies (43,6%) ocorrem somente em floresta (Cintra e Antas, 1996). Estudos de Tubelis e Tomas (1996) tem mostrado que a fragmentação das cordilheiras tende a reduzir a diversidade e abundância de espécies de aves de habitats florestais no Pantanal. Pelo menos 156 espécies de aves (23,7%) no Pantanal vivem ou dependem de alguma forma de ambientes aquáticos As espécies encontradas na planície de inundação ou áreas úmidas do Pantanal certamente estão adaptadas às condições de cheias e secas do rio Paraguai (pulsos de inundação).

Páginas: anterior 1 2 3 4 5 6 7 próxima Topo da página


Sandra Mara de Araújo CrispimEnvie um email!
Pesquisadora - EMBRAPA/CPAP

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

:. ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos por assunto

Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
Copyright © 2000 - 2018 Agronline.com.br