Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
As "cadeias produtivas" e as tendências de consumo das carnes de caprino e ovino

07/08/2003

:. Do mesmo autor
EMBRAPA e SEBRAE estudam cadeia produtiva das carnes de ca-prinos e ovinos na bahia

Por: Evandro Vasconcelos Holanda Júnior e Pedro Carlos Gama da Silva

Um dos desafios que se coloca para o desenvolvimento rural na região semi-árida brasileira é identificar as oportunidades econômicas que se apresentam para os produtores rurais. Nas áreas mais secas dos sertões, historicamente, a caprino-ovinocultura sempre desempenhou um papel importante na economia local e regional, e constituiu uma das principais atividades da agricultura familiar. Em vários estudos das cadeias produtivas regional, esse segmento produtivo é relegado a uma posição marginal, quando não é apontada como entrave ao desenvolvimento dos segmentos produtivos do agronegócio nacional.

Na caprino-ovinocultura, o menosprezo aos “bodeiros”, termo pejorativo para denominar os produtores tradicionais, quando contrapostos aos “caprinocultores e ovinocultores profissionais” sintetizam esse conflito. Ao afirmarem que os "bodeiros" que adotam sistemas de criação "atrasados", tendo como alimentação básica a caatinga, são os responsáveis pelo atraso da cadeia produtiva e pela inviabilização dos sistemas de criação modernos e especializados, baseados em caprinos ou ovinos puros ou provenientes de cruzamentos com animais puros, no mínimo, podem estar cometendo um equívoco. Os autores, que se baseiam nessa dicotomia atrasado/moderno para definir os sistemas de criação existentes, acreditam que a organização da cadeia produtiva apenas será possível com a “profissionalização” do setor, entendida como a especialização do criador e o aumento da escala de produção para elevar a oferta de produtos, pretensamente de melhor qualidade e baixo custo.

Por não levar em consideração o papel social desempenhado por este segmento produtivo diante das limitações econômicas e ambientais que a grande maioria dos produtores de caprinos e ovinos enfrenta, esse raciocínio impede que se visualizem as oportunidades econômicas e as possibilidades de inserção da agricultura familiar num mercado cada vez mais diversificado e complexo.

Com base em recentes estudos das cadeias de comercialização de caprinos e ovinos no Nordeste e em estatísticas do comércio mundial, pode-se notar que o mercado de carne desses animais começa a se diferenciar e a apresentar canais de comercialização e distribuição dos produtos que visam atender a múltiplas e complexas exigências dos consumidores atuais.

A existência de diferentes consumidores abre possibilidades, a exemplo de outros produtos agropecuários, para estabelecimento de diferentes tipos de mercados que se diferenciam tanto pelo destino final do produto, como pelo volume, a qualidade e a forma de organização dos atores da distribuição. Os tipos de mercado são: (a) o mercado local, representado pelas cidades ao redor das zonas de produção; (b) o mercado regional, que compreende as cidades de pequeno, médio e grande portes, inclusive, capitais dos estados do Nordeste; (c) o mercado extra-regional ou nacional, sendo os maiores centros consumidores do Brasil localizados na região Sudeste; e (d) o mercado internacional.

Nos médios e grandes centro urbanos, além de consumidores que compram unicamente preços, marcas, qualidade e conveniências, existem os consumidores à busca de produtos com elevada identidade cultural ou politicamente corretos ou “naturais” ou com qualidades nutritivas e organolépticas específicas.

A diversidade de mercados permite pensar na possibilidade de se estabelecer processos de coordenação de zonas de produção de caprinos e ovinos, visando a dinamização econômica de amplos segmentos produtivos e permitindo o desenvolvimento de regiões pobres, como as extensas áreas dependentes de chuva do semi-árido nordestino, que há muito perderam atributo econômico relevante por causa da crise da agricultura tradicional e da baixa competitividade de seus produtos no mercado.

Páginas: anterior 1 2 próxima Topo da página


Evandro Vasconcelos de Holanda JúniorEnvie um email!
Pesquisadores - EMBRAPA/CPATSA

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • Caprinos e ovinos comercio avista
    Sou Diretor de Politicas de Desenvolvimento do Setor Primario de São Francisco do Piauí-Pí Temos a cultura referencial do muniicpio o caprino e estamos nos orgnizando para a comercialização e temos dificuldade pois não conseguimos agregar valor a carne inatura mesmo sendo um produto organico ( nosso caso) pois não temos como certificar.
    João Batista C.Filho - 16/01/10 19:08

  • caprinocultura
    Estou fazendo expecialização em Contextualização do Semiádo Piauiense,gostaria de obter mais informaçoes sobre a criação de caprino, pois tenho que escrever um artigo, estou pensando fazer sobre a caprinocultura.Li o artigo e achei interessante.Aguardo novas informações.
    josuene xavier da silva lima - 08/10/09 11:00

  • Cabrino e ovino
    sou estudante de gastronomia e gostaria de saber como anda o consumo de caprino e ovino no brasil.Este tipo de carne esta tendo uma boa aceitação no mercado interno,e se o brasil exporta este tipo de mercadoria assim como o frango e a carne bovina.
    Edivaldo Gallina - 17/04/09 07:33

  • pesquisa de mestrado
    Excelente artigo, ampliou meu conhecimentos. Estou elaborando o estado da arte da minha dissertação e gostaria de saber se este artigo foi publicado em científica, pois só assim terei como cita-lo em meu trabalho. Agradeço desde já sua compreensão.
    Lucilda - 14/07/08 12:02

  • caprinocultura
    O assunto me desperta grande interesse. Gostaria de receber por correio eletrônico a monografia da autora.
    Dalgoberto Coelho de Araújo - 31/12/07 12:31

  • Pesquisa da Faculdade
    GOSTEI DO CONTEUDO MAS CASO VCS TENHAM MAIS DADOS DESSE ASSUNTO GOSTARIA QUE VCS ME AJUDASSE PRINCIPALMENTE VOLTADO PARA O LADO DA GASTRONOMIA.EX: SE CARNE E MUITO PROCURADA .QUAL A CIDADE DO PI QUE MAIS CONSOME .E COMO ESTA VENDAS DA CARNE PARA OUTROS ESTADOS, SE A MUITO PROCURADA E OUTRAS. DE JA AGRADECO SUA ESTIMA COMPREENÇÃO.
    AFRÂNIA - 23/05/06 13:17

  • exportação de couros de caprinos
    Gostaria de conhecer a monografia da autora, como um todo e se ainda for necessário poderia apoiar em algum ponto do trabalho.
    ubaldino dantas machado - 07/01/06 15:29

  • caprinocultura
    ESTOU LEVANTANDO DADOS DESSA ÁREA P ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA À RESPEITO DA VIABILIDADE DA EXPORTAÇÃO DE COUROS DE CAPRINOS NO PIAUÍ. O ARTIGO É MUITO BEM ELABORADO E COM CERTEZA SERÁ REFERÊNCIA NOS MEUS TRABALHOS. OBG.
    ROSANGELA JACINTO DE OLIVEIRA SOUSA - 12/04/05 01:25

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS

    Artigos por assunto

    Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
    Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br