Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Como agregar US$ 900 milhões às exportações

25/03/2001

:. Do mesmo autor
Soja: Momento de decisão

Protecionismo da China e Índia prejudica o Brasil

O complexo agroindustrial da soja

O complexo soja no Brasil é responsável por aproximadamente 300 mil empregos; proporcionou a entrada de quase 4 bilhões de dólares em 1999; as empresas do setor continuam investindo em logística; o farelo de soja é a base da produção de carnes, que também promove a entrada de divisas e emprega milhares de pessoas e, o Brasil é um dos raros países que possui terras em condições de aumentar a área plantada com esse produto. Os principais países concorrentes, Estados Unidos e Argentina, não possuem as qualidades que o Brasil tem. Mas se a natureza é generosa por aqui, não faltam ao país problemas que inibem o crescimento do setor e a adoção de um projeto que melhore a sua rentabilidade. Com a estabilidade econômica e a adoção de uma política cambial embasada na realidade, existe hoje uma oportunidade excepcional para promover a expansão da produção e exportação da soja e de seus produtos. Caso as autoridades brasileiras desejem, é possível implantar um programa que assegure um crescimento anual de 10% na produção de soja nos próximos três anos; a indústria aumentará sua capacidade de esmagamento realizando novos investimentos, e essa ação conjunta poderá gerar um acréscimo anual de US$ 900 milhões nas exportações do país e criar novos empregos. Para que isso seja possível há necessidade de diminuir a carga tributária sobre a indústria, harmonizar a política tributária com a Argentina, prover mecanismos de financiamento a taxas de juros internacionais, reduzir os custos de transportes e serviços portuários e, é claro, protestar, não é possível fazer muito mais que isso, contra o protecionismo e as práticas que distorcem o comércio mundial. A título de exemplo, vale ressaltar que a diferença da carga tributária entre Brasil e Argentina na exportação de farelo e óleo de soja supera US$ 11 por tonelada, isto é, mais de 6% ou o dobro da rentabilidade média do setor. Isso provocou a redução de 4% do índice de atividade industrial no Brasil nos últimos quatro anos enquanto na Argentina houve um crescimento de 71%. Em função das margens existentes não haverá mais investimentos na indústria brasileira e voltaremos a ser um país exportador de soja em grão, reduzindo o valor agregado e eliminando muitos postos de trabalho. Objetivamente, para que o Brasil volte a ocupar seu papel no mercado internacional e acrescente maior valor aos seus produtos, faz-se necessária a eliminação das contribuições sociais cumulativas (Cofins e PIS) e do acumulo de créditos do ICMS interestadual. O Estado precisa estabelecer mecanismo de financiamento a exportação de óleo de soja como fazem os Estados Unidos, além de permitir que a indústria opere com Empréstimos do Governo Federal (EGFs), a exemplo dos outros segmentos da agroindústria. Apesar dos investimentos públicos e privados, o custo de transporte ainda é mais caro aqui que na Argentina e nos Estados Unidos e 67% dos produtos são levados pelas estradas rodoviárias. O governo federal precisa continuar apoiando o transporte hidroviário e ferroviário. A indústria tem investido pesado nessa modalidade de transporte e na construção de terminais portuários. Uma conceituada instituição financeira internacional concluiu em um relatório especial sobre a indústria de óleos do Mercosul que o Brasil pode mais que duplicar a sua produção de soja e voltar a ocupar um lugar de destaque no mercado mundial exportador de produtos industrializados. Os líderes empresariais do complexo soja acreditam nesse potencial e lutam para que isso se transforme em realidade, mas precisam contar com ações efetivas do governo.

César Borges de Sousa
Presidente da ABIOVE - ABIOVE

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • Soja/politica
    O apoio que o governo dar para as exportações sem duvidas tem ajudado muito, porém não são suficientes, na sua opinião qual seria o melhor beneficio para aumentar as exportações brasileiras além de redução de impostos?
    Aline Nogueira - 23/07/07 08:52

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS

    Artigos por assunto

    Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
    Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br