Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Consorciação de culturas com o abacaxizeiro - Instalação da Cultura – Consorciação e Tratos Culturais – Controle de mato

25/10/2007

Consorciação de culturas com o abacaxizeiro

Aspectos gerais

Ainda que existam grandes plantios de abacaxi no mundo, utilizando tecnologia avançada, essa cultura é explorada, na maioria dos casos, por pequenos e médios agricultores. Esse fato, de certo modo, dificulta a introdução e adoção de novas técnicas de cultivo desenvolvidas pela pesquisa, sobretudo naquelas regiões onde a abacaxicultura não tem o devido amparo da assistência técnica e creditícia, nem a garantia de comercialização. Por isso mesmo, o agricultor enfrenta um maior risco no seu empreendimento e investimento, o que torna a consorciação de culturas altamente recomendável.

A cultura do abacaxi apresenta alta rentabilidade econômica, apesar de requerer tratos culturais intensivos, o que encarece o custo de produção, além de que os mercados de destino desse fruto exigem produtos de alta qualidade. Assim, para se alcançar um rendimento satisfatório, são necessários altos investimentos, o que os abacaxicultores em geral não podem fazer, a não ser que sejam assistidos por cooperativas ou associações de classe.

Por esses motivos, em várias regiões produtoras de abacaxi do mundo, os agricultores têm procurado minimizar os riscos decorrentes da sua exploração, adotando o cultivo consorciado, especialmente com culturas alimentares de ciclo curto. Acredita-se que tal sistema de cultivo, além de não causar maiores problemas às culturas consorciadas, é altamente benéfico do ponto de vista sócio-econômico para o agricultor, que tem sua renda aumentada e qualidade de vida melhorada.

Tipos de consorciação em uso e Recomendações

No Brasil, o consórcio de abacaxi com outras culturas, sobretudo aquelas de subsistência (feijões Phaseolus e Vigna, mandioca, milho, arroz, amendoim) é praticado por pequenos agricultores de várias regiões. Em outros países, são exploradas, ainda, quiabo, pimenta, pimentão, tomate, repolho, couve, batata-doce, girassol e outras. Em geral, as culturas consorciadas são colhidas apenas uma vez e abrangem a fase inicial do ciclo da cultura do abacaxi, à exceção da mandioca, cujo ciclo é mais longo. Todas essas culturas são plantadas nas entrelinhas do abacaxizeiro – em espaçamentos compatíveis com os da cultura principal, e na mesma época ou até 30 dias após. Dessa forma evita-se a competição que certamente ocorrerá após cinco a seis meses do plantio, decorrente da expansão do sistema radicular, aumento da massa foliar e crescimento mais rápido da planta consorciada. Nesses casos, há uma melhoria na relação custo/benefício, com redução do custo de produção, em função do uso comum de alguns insumos, e o abacaxizeiro ainda pode proteger as culturas consorciadas contra o vento, chuvas fortes e radiação solar.

Páginas: anterior 1 2 3 próxima Topo da página


Getúlio Augusto Pinto da CunhaEnvie um email!
Pesquisador - EMBRAPA/CNPMF

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

:. ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos por assunto

Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br