Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Consumo de frutas e hortaliças é alternativa para promoção da saúde

04/01/2010

O consumo de frutas e hortaliças (FH) tem sido estimulado em vários países em função dos benefícios no combate às deficiências de vitaminas e sais minerais e na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, como doenças cardiovasculares, câncer, diabetes e obesidade. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo inadequado de FH está entre os seis principais fatores de risco para a mortalidade mundial. Se a população mundial tivesse um consumo diário adequado de FH, em torno de 2,7 bilhões de vidas seriam salvas por ano . O consumo de frutas e hortaliças inferior ao recomendado é um problema mundial, inclusive em países ricos e desenvolvidos .

No Brasil, a partir dos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares 2002-2003 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), verificou-se que o consumo médio de FH, considerando-se todas as classes de renda, corresponde a cerca de um terço da quantidade diária recomendada (400 gramas/dia). Verificou-se ainda que quanto menor a renda menor o consumo.

A Embrapa Agroindústria de Alimentos (Rio de Janeiro-RJ), com a participação e o apoio de diversos parceiros como Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Prefeitura do Rio de Janeiro, Instituto Nacional do Câncer (INCA), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Fundação Xuxa Meneghel, Assessoria e Serviços a Projetos em Agricultura Alternativa (AS-PTA), Universidade Federal Fluminense (UFF), Centro Universitário Bennett, SESDC-RJ, ANERJ e CRN-4, conduz um projeto de construção de uma estratégia de intervenção em nível local para promoção do consumo de frutas e hortaliças, visando contribuir para minimizar os riscos à saúde decorrentes do baixo consumo.

O principal objetivo do projeto é desenvolver instrumentos para promoção do consumo de FH com os seguintes públicos-alvo: unidades de educação infantil, escolas, empresas, pontos de venda de FH e famílias assistidas pelo Programa Saúde da Família e Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PSF/PACS) em três comunidades da zona Oeste do município do Rio de Janeiro.

Numa etapa inicial, foi realizado um diagnóstico do consumo e oferta de FH com os segmentos mencionados acima e, a partir dos dados obtidos nesse diagnóstico, foi iniciada uma etapa de intervenção propriamente dita, durante a qual foram conduzidas diferentes ações de incentivo ao consumo.

É importante destacar que a realização de ações que visem estimular o consumo de frutas e hortaliças deve proporcionar ao público alvo a conscientização sobre o papel desses alimentos na promoção da saúde. Porém, ao mesmo tempo, necessita demonstrar que FH são alimentos saborosos e seguros, com diferentes possibilidades de preparo e de consumo e que alimentação saudável e prazer devem, sim, andar de mãos dadas. As ações devem valorizar o caráter sensorial do alimento, assim como o lúdico na transmissão da informação. E, muito importante, devem valorizar o conhecimento, os valores e os interesses do público alvo. Ou seja, as ações devem ter uma base teórica, de fundamentos, mas devem ser construídas a partir das reais necessidades e anseios do público-alvo.

Assim, diferentes atividades foram realizadas, desde cursos de formação básica sobre nutrição, culinária, cultivo e comunicação direcionados para agentes comunitários de saúde, professores, recreadores e merendeiros, até a participação na organização de feiras de saúde nas comunidades, envolvendo os diferentes atores locais. Foi criada uma logomarca a fim de facilitar a comunicação visual do projeto, com o seguinte tema: “Cultivar, cozinhar, consumir: ponha mais frutas, legumes e verduras na sua vida”. Esta logo foi incluída em todos os materiais de informação e divulgação elaborados e distribuídos para o público-alvo, como banners, filipetas sobre frutas, legumes e verduras, incluindo receitas, livretos com dicas de atividades sobre o tema, folder com dicas para alimentação saudável, ímã com passos de higienização de FH, além da compilação de todos os dados obtidos nos diagnósticos, avaliados e organizados na forma de documentos impressos.

Este projeto foi pensado como uma estratégia local, envolvendo diferentes segmentos dentro de cada comunidade, inclusive o da oferta de frutas e hortaliças, a fim de que suas ações se potencializem e se multipliquem. E, quanto maior for o envolvimento dos atores locais, dos multiplicadores, dos tomadores de decisão, maiores serão as possibilidades de que a estratégia atinja os seus objetivos. Mudanças comportamentais e ambientais são essenciais. Transformar hábitos é um desafio. Este projeto é apenas o início de uma ação que deve fazer parte do cotidiano de cada um.

Virgínia Martins da MattaEnvie um email!
Pesquisadora - EMBRAPA/CTAA

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

:. ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos por assunto

Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br