Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Espécies selvagens serão utilizadas no melhoramento genético do arroz

07/09/2005

O arroz selvagem, encontrado nas várzeas e no cerrado de Roraima, pode contribuir para as pesquisas de melhoramento genético das variedades comerciais de arroz que vão para a mesa do brasileiro.

A Embrapa desenvolve pesquisas nesse sentido e está realizando uma expedição para coleta de arroz silvestre e de variedades crioulas nas regiões de cerrado e várzea, visando a utilização em pesquisas. A expedição percorre as áreas rurais dos municípios de Roraima, incluindo a Estação Ecológica da Ilha de Maracá e o Parque Nacional do Viruá, encerrando no dia 9 de setembro.

A expedição vai coletar amostras das quatro espécies silvestres existentes no Brasil - Oryza glumaepatula, Oryza latifolia, Oryza alta e Oryza grandeglumes – para conservação dos recursos genéticos que, posteriormente, serão utilizados no melhoramento de arroz. Também serão coletadas variedades crioulas, cultivadas por agricultores familiares.

Tanto as crioulas quanto as silvestres possuem características desejáveis que, a partir da pesquisa, poderão ser incorporadas no melhoramento das variedades comerciais de arroz.

As espécies silvestres, popularmente conhecidas como arroz selvagem, arroz nativo ou arroz de pato, são aquelas que se desenvolvem naturalmente no meio ambiente e não passaram por um processo de domesticação. O pesquisador da Embrapa Roraima, Paulo Emílio Kaminski, explica que uma espécie silvestre pode apresentar grande distribuição geográfica, como a espécie Oryza glumaepatula, existente em todo o Brasil, ou ocorrer em uma área restrita de uma região, como a Oryza latifolia que possui uma distribuição restrita à região Norte do Brasil.

As variedades crioulas são resultantes de migrações, pois quando os agricultores migram geralmente levam sementes para reproduzir seus cultivos em outras regiões e isso pode gerar materiais com novas características quando cultivada em pequenos locais, em condições de solo e clima diferentes da área original.

O pesquisador da Embrapa Arroz e Feijão, Paulo Hideo Rangel, afirma que as variedades crioulas são importantes para a pesquisa, porque passaram por um processo de seleção e adaptação às condições locais. Esses materiais poderão ser cruzados para gerar resistência, por exemplo, à “brusone do arroz”, que é uma das principais doenças dessa cultura.

Quanto às espécies silvestres, Rangel informa que serão verificados se existem genes exóticos que expliquem como as plantas se desenvolvem em solos pobres. Segundo o pesquisador, essas espécies podem apresentar genes que permitem a tolerância a determinados nutrientes como o alto teor de alumínio e ferro de alguns solos. Se esses genes forem incorporados às variedades comerciais poderão trazer melhores resultados para a agricultura.

Páginas: anterior 1 2 próxima Topo da página


Síglia Regina dos Santos SouzaEnvie um email!
Jornalista - EMBRAPA/CPAFRR

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

:. ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos por assunto

Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br