Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Execução de Desbrota e Poda do Cafeeiro

17/09/2006

:. Do mesmo autor
Consorciação de Cultivos na Lavoura Cafeeira

Cobertura Verde na Lavoura Cafeeira

Cobertura Morta na Lavoura de Café

Para que a lavoura de café possa expressar seu potencial produtivo e ter facilidades de manejo é preciso que seja definido o sistema de condução das plantas tanto na fase de formação como na fase de produção.

Este sistema de condução do cafezal envolve a definição de espaçamento desde os mais abertos até os mais adensados, escolha pela maior ou menor densidade de plantio, realização de controle ou não do crescimento das plantas, determinação da conformação ou arquitetura da planta e aplicação do manejo manual ou mecanizado.

Qualquer que seja esta condução, de maneira geral se determina a forma de realização ou não das práticas de desbrota e de poda as quais direcionam, corrigem e mantém a estrutura vegetativa adequada do cafeeiro.

A Desbrota consiste na retirada de ramos-ladrões ou ramos improdutivos de crescimento vertical que surgem no caule principal do cafeeiro. Em cafeeiros jovens ocorre seu surgimento natural, cujo crescimento desses ramos ocasionam a deformação da planta e provocam enfraquecimento por concorrência de nutrientes. Em cafeeiros adultos esses ramos prejudicam a estrutura da planta e provocam diminuição da produção, sendo suas emissões estimuladas por deficiências nutricionais, ataques de pragas e doenças, competição das plantas infestantes, deficit hídrico e podas drásticas.

A desbrota deve ser realizada de 2 a 3 vezes durante o ano quando os brotos atingirem de 20 a 30 cm de altura, fazendo em plantas novas sua retirada total e em plantas podadas com recepa ou decote deixando de 1 a 2 brotos mais vigorosos.

A Poda compreende a eliminação parcial ou total da parte aérea da planta, visando os seguintes objetivos:

- Renovar pela indução de ramos produtivos plantas depauperadas pela idade ou manejo;

- Recuperar cafeeiros que sofreram lesões na copa causadas por fenômenos climáticos;

- Promover maior luminosidade e arejamento dos cafeeiros em lavouras com fechamento;

- Melhorar a arquitetura das plantas renovando e ajustando a estrutura de sua copa;

- Reduzir a altura e partes laterais das plantas para facilitar os tratos culturais e a colheita;

- Inibir a incidência de pragas e doenças no cafezal, bem como facilitar seu controle;

- Programar a condução e produção de cafeeiros em sistema de lavouras adensadas;

- Aumentar a vida útil de produção do cafeeiro com melhor vigor e maior rendimento.

Páginas: anterior 1 2 próxima Topo da página


Julio Cesar Freitas SantosEnvie um email!
Pesquisador - EMBRAPA

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • desbrota do cafeerio
    Interessante e explicativo,porem gostaria de saber se deixarmos dois ou trez brotos grandes por pé, seria viavel.
    paulo cesar ferrarez - 09/08/14 13:45

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS

    Artigos por assunto

    Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
    Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br