Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Girassol: da América para o Mundo

04/06/2007

Planta originária da América, o girassol está inserido no sistema de produção do Cerrado, tanto no sequeiro como no sistema irrigado. Apresenta adaptabilidade, tolerância à seca, alto rendimento de grão e de óleo e é pouco influenciado pela altitude e latitude. Essas características indicam o potencial da cultura no sistema de produção dos Cerrados, onde está se consolidando como uma boa alternativa econômica para os produtores dessa região.

É uma espécie extremamente versátil, sendo, no Brasil, utilizado no uso humano e também na alimentação animal, além do uso ornamental. A principal utilização do girassol, até o momento, é como matéria-prima para a produção de óleo comestível. O óleo extraído dos grãos é rico em gorduras poliinsaturadas (benéficas para a saúde humana) e possui a melhor relação de ácidos graxos poliinsaturados/saturados (65,3%/11,6%) o que lhe dá qualidade nutricional. Existem cultivares com finalidades diversas, como por exemplo, para fins industriais e que apresentam alto teor de óleo (40% - 50%); outras com baixo teor (30%), denominadas materiais confeiteiros; O farelo, subproduto da extração do óleo, é utilizado na indústria de rações para alimentação animal.

Seus grãos são usados na produção de óleo e margarina e extraem-se deles cerca de 350 kg de torta para fins de alimentação animal. O girassol também é uma planta forrageira, empregando-se nas formas de forragem verde, silagem e grão integral. Na forma de silagem, apresenta ótima produção de fitomassa verde, excelente teor de proteína bruta (13%) e uma proteína digestível muito superior à do sorgo e à do milho, atingindo valores de 7,3%. Outra alternativa de usos do girassol é como adubo verde. Produtores de Goiás, Minas Gerais, Bahia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul fazem uso desta técnica com a finalidade de rotacionar e promover os diversos benefícios da adubação verde, com as culturas da soja e do milho. Em São Paulo, o girassol está sendo usado na sucessão e rotação da cana-de-açúcar. Semeiam o girassol na safra ou safrinha, de acordo com as exigências e objetivos locais.

Em função dessas características de adaptação, custo de produção e pela elevada produção de óleo, o girassol encontrou um novo uso: o Biodiesel.

O Biodiesel pode ser obtido de diversas fontes, e tido como um combustível biodegradável derivado de fontes renováveis, podendo ser obtido por processos de transesterificação, esterificação ou pelo craqueamento. Apesar de que o Biodiesel ser produzido principalmente de canola e de soja, o biodiesel do girassol está sendo muito procurado, por o óleo desta espécie destacar-se por suas características físico-quimicas e pelas viabilidade técnico-ambiental. Ele pode ser utilizado motores para sistemas de irrigação, motores de equipamentos agrícolas, o que faz com que o próprio produtor gere o seu combustível. A pesquisa tem mostrado a viabilidade do biodiesel do girassol, em diversas pesquisas acadêmicas, em motores de caminhões.

Esse novo uso do girassol promove a cultura, através de geração de empregos na agricultura, tanto familiar como empresarial, produzindo uma energia limpa a favorecendo para a preservação do meio ambiente. Permite, ainda diversificar o emprego da matéria-prima num ambiente – Cerrado, que já possui a tecnologia, gerada pela Embrapa, para a produção do girassol como cultura.

Renato Fernando Amabile Envie um email!
Pesquisador - EMBRAPA/CPAC

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

:. ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos por assunto

Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br