Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Infoleite - Programa de transferência de tecnologia e gerenciamento da propriedade leiteira, o caso da Bacia de Parnaíba/PI

22/09/2004

As tendências mundiais mostram que as atividades leiteiras de sucesso serão aquelas que apresentarem eficiência de produção e, somente elas poderão competir por mercados consumidores. O grau de educação do produtor, no entanto, está estreitamente associado à utilização de tecnologias e capacidade de gerenciamento nos sistemas de produção. O desenvolvimento e a cultura da região Nordeste e, em particular, do estado do Piauí tem relação estreita com a pecuária de leite.

A bacia leiteira de Parnaíba produz aproximadamente 40.000 litros de leite por dia e possui uma privilegiada infra-estrutura, o que certamente a coloca com grande potencial para incrementos significativos na produção leiteira.

Iniciado em 2001, o Infoleite é um programa de gerenciamento dos rebanhos leiteiros, cujos resultados são avaliados de forma continua para subsidio das decisões sobre o manejo dos animais e tecnologias a serem implantadas. Este trabalho, portanto, descreve as estratégias de ação e os resultados obtidos. A logística política e financeira é de natureza interinstuticional, creditada à Prefeitura de Municipal de Parnaíba, Universidade Federal do Ceará, SEBRAE/PI, Banco do Nordeste do Brasil, EMATER/PI, Delegacia do Ministério da Agricultura/PI, indústrias de laticínios (Cooperativa Delta e Leite Longá) e Embrapa Meio-Norte/UEP de Parnaíba.

Após a contratação de um Médico Veterinário e quatro Técnicos Agrícolas, foram iniciadas as atividades de treinamento/educação, inicialmente com técnicos agrícolas e depois com os produtores e ordenhadores, abordando as áreas de alimentação, reprodução e qualidade do leite.

Atualmente, esse programa atua em 23 propriedades da bacia leiteira, cuja estratégia de ação constou do cadastro dos animais, acompanhamento semanal e avaliação contínua dos parâmetros zootécnicos. Ao todo estão cadastradas 1.457 matrizes, com uma média de 63,35+50,78 matrizes/fazenda, das quais 66,00+0,20% encontram-se em lactação. As fazendas inscritas produzem, ao todo 9.828 kg de leite/dia, com uma média a 427,30/fazenda e uma produtividade de 13,08+5,13 kg/vaca/dia/fazenda. Quanto aos parâmetros reprodutivos, destaca-se o intervalo entre partos (14,76+1,83 mêses/fazenda), taxa de concepção (41,37+10,37%/fazenda) e o período de serviço (186,20+89,06 dias/fazenda).

O projeto vem se desenvolvendo satisfatoriamente, indicando que, com uso de tecnologias é possível produzir leite de forma econômica e sustentável.

Eduardo Esmeraldo Augusto BezerraEnvie um email!
Professor - UESPI
João Avelar MagalhãesEnvie um email!
Pesquisador - CPAMN

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

:. ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos por assunto

Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br