Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Mais instrumentos para a empresa cooperativa

02/12/2003

:. Do mesmo autor
O Marketing e o Agronegócio

O Marketing e o Agronegócio II

Porque sou favorável à soja transgênica - divagações de um pragmático

Nosso grande diferencial

Competentes e Maléficos

Novos instrumentos de Marketing no agronegócio

Novidade: Cooperativas de Cachaça

Um negócio moderno

O Estado moderno

Marketing do Agronegócio III - Uma Nova Roupagem

Responsabilidade Social

Da mesma maneira que no desenrolar da história as pessoas procuraram se juntar em feudos, burgos e vários tipos de aglomerados onde, unindo suas diferenças, tornaram a sobrevivência, além de possível mais agradável, também o Associativismo tem transformado o ato de produzir mais econômico e socialmente melhor. Ostentamos a 5ª pior distribuição de renda do planeta superando apenas quatro países da África subsaariana. Poderemos melhorar consideravelmente esta vergonhosa posição se implementarmos, com mais vigor, o associativismo.

O Cooperativismo vem acertando arestas e formando a concepção de uma organização que, além da maneira mais humana e menos selvagem de fazer negócios, detém o poder de juntar interesses e capital tornando-se um grande negócio. Carecia, no entanto, de instrumentalizar seus quadros para disputar mercados e vencer na dura batalha da competitividade. Com ética e competência.

O instrumento foi criado e já está sendo usado através do SESCOOP – Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo. O artigo 174 da Constituição Federal fixa a responsabilidade do Estado em apoiar e estimular o Cooperativismo. É constitucional. É a visão estratégica de um Estado Moderno que promete nascer. O SESCOOP tem a missão de capacitar profissionais com competência para gerenciar o negócio cooperativo respeitando a natureza e os aspectos doutrinários próprios deste tipo de organização. Sabemos que a condução de uma Associação ou Cooperativa é mais complexa que uma empresa Ltda ou S.A. Os procedimentos operacionais, as técnicas administrativas, o tratamento dos recursos humanos, os aspectos mercadológicos são semelhantes, mas não iguais aos das empresas.

A atuação do SESCOOP abrange todo o Brasil. Os Estados são independentes na programação de seus cursos, mas devem primar pela qualidade, reciclando e formando executivos com o ferramental moderno de administração. Agora poderemos competir no mesmo nível com qualquer organização, independente de seu porte. O SESCOOP–MG tem o seu Plano de Capacitação para Dirigentes de Cooperativas – FORMACOOP. São nove módulos iniciando com Cooperativismo passando por Administração Participativa de Resultados, Negociação, Marketing, Administração Financeira e de Custos, Planejamento Estratégico e Time de Vencedores. Técnicos credenciados pela OCB e avaliados em cada curso pelos participantes, garantem a qualidade da formação. Com algumas diferenças, mas na mesma linha, a OCEES – Organização das Cooperativas o Espírito Santo, também está aprimorando suas cooperativas.

A empresa cooperativa será outra, num futuro próximo.

Marcos Garcia JansenEnvie um email!
Diretor de Política Agrícola - SEAPA

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • Noções Gerais sobre LTDA
    -Os principais elementos e conceitos,responsabilidade, formação e criação, capital social quotas e outros assuntos.
    jose luciano - 25/09/09 22:22

  • cooperativas
    o que são cooperativas
    thais - 14/03/09 15:04

  • ltda
    com certeza a limitada, sendo qualificada como pequena empresa, pagando pelo SIMPLES... Uma sociedade anónima, no Brasil sociedade anônima, (normalmente abreviado por S.A. ou SA), é uma forma de constituição de empresas nas quais o capital social não se encontra atribuído a um nome em específico, mas está dividido em acções que podem ser transaccionadas livremente, sem necessidade de escritura pública ou outro acto notarial. Por ser uma sociedade de capital, prevê a obtenção de lucros a serem distribuídos aos acionistas. Há duas espécies de sociedades anônimas: a companhia aberta (também chamada de empresa de capital aberto), que capta recursos junto ao público e é fiscalizada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), e a companhia fechada, que obtém seus recursos dos próprios acionistas. Em contrapartida, numa sociedade limitada existe uma escritura pública (no Brasil, contrato social), que define a quem pertence o capital da empresa. No Brasil as sociedades anônimas ou companhias são reguladas pela Lei nº 6.404, de 1976, com as alterações dadas pela Lei 9.457. A S.A. é sempre do tipo empresarial. As sociedades limitadas são aquelas cujo capital social é representado por cotas. A responsabilidade dos sócios no investimento é limitada ao montante do capital social investido. A responsabilidade direta de cada sócio limita-se à obrigação de integralizar as cotas que subscreveu, embora exista a obrigação solidária pela integralização das cotas subscritas pelos demais sócios. As sociedades se caracterizam com o início do nome de um ou mais quotistas, por extenso ou abreviadamente, terminando com a expressão "& Cia. Ltda." (firma ou razão social) ou com o objeto social no nome da empresa, seguindo-se da expressão "Ltda" (denominação), nos termos do art. 1158 do Código Civil Brasileiro. Caso a palavra Limitada (por vezes abreviado por Lda., L.da ou Ltda.) não conste do nome da sociedade, presume-se ilimitada a responsabilidade dos sócios, passando a ter as características jurídicas de uma sociedade em nome coletivo.
    Thiago - 24/09/08 05:18

  • direito comercial
    GOSTARIA MUITO DE SABER SOBRE DIREITO COMERCIAL E ALGUMAS INSTITUIÇÕES. LTDA E SA,POSTO QUE ESSES ORGÃOS ME DEIXAM EM DUVIDA SOBRE A SUA FUNCIONALIDADE PARA COM O SISTEMA ECONOMICO BRASILEIRO. OBRIGADO.
    diego lima - 14/08/08 01:28

  • empresa <da
    cia ltda(e companhia ou e companhia limitada); é quando a empresa tem mais de um socio porem numero limitado e de acordo com o contrato da empresa ela pode ser repartida em partes iguais ou diferentes para cada socio da empresa: por ex: partes iguais em uma empresa & cia ou & cia ltda tem por ex. quatro cinco ou dois socios o lucro ou prejuizo é repartido entre o numero de socios; se for em parte diferentes cad socio terá a sua cota de lucro o prejuizo repartido de acordo com a percentagem de assinalada no comtrato.
    Pérola - 01/06/08 03:17

  • diferença
    gostaria de saber qual a diferença entre empresas S/A e LTDA?
    jessica emilly - 08/05/08 01:18

  • O Que é Empres S/a e ltda
    Gosta ria que me esclareça o que são essas empresa o que fazem e o motivo pela qual recebem esta nomeclatura. Des de já muito grata, gostei muito do arigo lido.
    Paula Bueno - 21/03/05 10:43

  • Só gostaria de entender uma coisa...
    Primeiramente é um pazer imenso poder me comunicar com você, Achei o texto interessante, mas ficou meio vago, pois você não citou o que é Empresa Ltda e S/A, assim gostaria que você poça me enviar esta explicação e uma análise da diferença entre elas. Obrigada. Tatiana Ferreira
    Tatina - 26/02/05 11:30

  • artigo sobre as cooperativas no pais.
    estou feliz de ter conseguido encontrar um artigo que esclarece muito bem sobre o que poderemos esperar sobre o cooperativismo no Brasil futuramente.
    Marcio Roberto dos Santos - 08/10/04 16:16

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS

    Artigos por assunto

    Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
    Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br