Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Manejo Integrado de Doenças de Plantas

17/09/2006

A sociedade convive com as doenças de plantas desde épocas mais remotas. As referências mais antigas são encontradas na Bíblia, como a ferrugem dos cereais, e eram atribuídas a castigos divinos. Hoje se sabe que as doenças de plantas podem ser de origem biótica, quando causada por patógenos, como fungos, bactérias, nematóides, vírus, viróides, fitoplasmas ou de origem abiótica, quando a causa é deficiência de nutrientes, excesso de umidade e outros fatores ambientais. Para ocorrer uma doença é necessário a interação de um patógeno, um hospedeiro suscetível e condições ambientais favoráveis para ocorrer os processos de infecção, colonização e reprodução. Após isto, visualiza-se os sintomas da doença nas plantas, identifica-se o agente causal e é adotada a estratégia mais adequada ao seu controle. Mesmo hoje em dia, com o conhecimento que se tem sobre os patógenos e os métodos de controle ocorrem perdas significativas no campo em função da ocorrência de doenças. Isto reflete em aumento do custo de produção, menor oferta e baixa qualidade dos produtos. Manejo integrado de doenças foi definido a partir da década de 70 como sendo a utilização de todas as técnicas disponíveis para manter a população de patógenos abaixo do limiar de dano econômico e minimizar os efeitos deletérios ao meio ambiente. Essa nova filosofia surgiu após verificação de freqüentes contaminações e desequilíbrios ambientais, presença de resíduos nos produtos e intoxicação de aplicadores. Isto em conseqüência do uso indiscriminado de defensivos agrícolas como única opção no controle de doenças. Neste contexto o livro Primavera Silenciosa de Rachel Carson publicado em 1962 é considerado um marco divisório de postura de vários países em relação ao uso de defensivos e liberação de poluentes na natureza. O manejo integrado de doenças preconiza epidemias de doenças controladas, maior estabilidade da produção, qualidade dos produtos agrícolas, menor agressão ao meio ambiente e conservação de áreas agricultáveis. As estratégias de controle que podem ser utilizadas incluem o controle biológico, cultural, físico, químico, legislação fitossanitária, resistência genética e pré-imunização. Cada estratégia tem suas peculiaridades e podem ser utilizadas isoladamente ou em combinação para o controle de uma doença de planta. Para esta escolha é necessário primeiramente identificar o agente causal, conhecer suas características e as condições ambientais que favorecem seu desenvolvimento. Apesar de existirem várias opções de controle, a maioria dos produtores tem o hábito de perguntar “que veneno eu uso para esta doença?”. Existem mais de 100 princípios ativos de fungicidas registrados no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, porém não há registro para todas as doenças e nem todas as culturas. Outro aspecto importante é que fungicida controla doenças causadas por fungos e em alguns casos por bactérias.Quando a doença é causada por vírus, viróides, fitoplasmas, nematóide e bactérias, estes produtos não funcionam. Portanto, é preciso um trabalho contínuo por parte das instituições ligadas á área rural no sentindo de orientar os produtores quanto ao uso de estratégias alternativas de controle tendo como objetivo a implantação do manejo integrado de doenças de plantas. Informações sobre diagnóstico e controle das doenças de plantas de importância econômica no estado de Roraima podem ser encontradas na página da Embrapa Roraima (http://www.cpafrr.embrapa.br).

Kátia de Lima NechetEnvie um email!
Pesquisadora - EMBRAPA/CPAFRR

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • Porque as plantas ficam doentes
    Ola me chamo Thiago Tombini, tec. Agr, Grad. de Agronomia estive lendo sobre o artigo e fiquei pensando sobre o assunto citado acima e percebi que tudo envolve a fisiologia do parasitismo, gostaria de saber mais aprofundado sobre o seguinte tema: Porque as plantas ficam doentes. se puder me ajudar desde ja agradeço. Até mais
    tombini - 10/11/10 22:25

  • Interação das ações no combate às pragas
    Ótimo método é este de criar uma força tarefa de ações para combater as pragas. Parabens
    Nelson da Costa - 26/08/10 17:56

  • Parabéns
    Muito bom o texto=]
    Larissa - 18/04/10 14:22

  • Crítica positiva
    O artigo mostrou- se bem elaborado.Isto,pela concisão das idéias citadas, açém do que o completo domínio do assunto tabalhado.
    Laíza De Carvalho Paulino - 27/10/08 22:50

  • é urgente
    por favor mi mandem uma lista com os nomes do parasita,do hospedeiro e das doenças em plantas por favor[ é uma aticidade valo 8.0 no meu colegio é pra amanha mt obrigadddddddddddddddddddddddddddddda
    aniiiiii - 19/08/08 05:12

  • doenças de plantas
    nossa adorei o assunto foi de muita utilidade para mim, que iniciei um curso de agronomia agora!!!! brigado!!! e sepuder deixe mais textos sobre doenças e como evitá-las
    thiago - 05/03/08 23:48

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS

    Artigos por assunto

    Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
    Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br