Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Novos instrumentos de Marketing no agronegócio

30/06/2002

:. Do mesmo autor
O Marketing e o Agronegócio

O Marketing e o Agronegócio II

Porque sou favorável à soja transgênica - divagações de um pragmático

Nosso grande diferencial

Competentes e Maléficos

Novidade: Cooperativas de Cachaça

Um negócio moderno

O Estado moderno

Marketing do Agronegócio III - Uma Nova Roupagem

Responsabilidade Social

Mais instrumentos para a empresa cooperativa

O PARADOXO GLOBAL

Apesar do destaque dado à obra Paradoxo Global1 de John Naisbitt, o Prof. Milton Santos2 , bem antes, quando cunhou o termo "economia informal", hoje usado em todo o mundo, já dizia que à medida que a economia ia se globalizando e que os produtos adquiriam padrões mundiais, a produção regional ganharia destaque. O importante é o "lugar", dizia o Professor, para destacar que não vivemos no país ou no planeta. O que realmente conta é o lugar. E, à medida que o mundo se globaliza, as pequenas empresas e os produtos regionais tornam-se mais importantes. As grandes corporações fogem deste conceito. Conseguiram neutralizar o movimento que pregava que "o pequeno é belo", mostrando que as pequenas organizações eram mais importantes para a economia em todas os itens analisados. Rentabilidade, gestão ambiental, relacionamento com consumidor etc. Sabemos que as pequenas empresas são as que mais empregam mão de obra. São também responsáveis por garantir a estabilidade do mercado, pois, por serem muitas, a livre concorrência manifesta-se com mais facilidade, sendo difícil a formação de monopólios ou oligopólios responsáveis por grandes distorções no mercado.

CERTIFICAÇÃO DE ORIGEM

Segundo Vera Thorstensen, diplomata brasileira e assessora econômica da Missão do Brasil junto às Organizações Internacionais em Genebra, "a questão de regra de origem é fundamental. Ela pode gerar desvio de comércio, deslocar empresas e investimentos, com transferência de local de linhas de produção".

A volta ao protecionismo, que num período relativamente curto foi abominado pelas economias ricas, tem prejudicado sobremaneira os países em desenvolvimento. Numa primeira fase, os estragos maiores ocorrem na produção primária, principalmente nas commodities. Astúcias como os subsídios, simples para economias ricas e praticamente impossíveis para países pobres, provocam distorções no mercado tornando-o refém de novos artifícios que, por sua vez, vão ampliar as diferenças a favor dos países desenvolvidos. Um cruel círculo vicioso.

As regras de origem são instrumentos essenciais para caracterizar produtos através da sua identificação geográfica. Cerca de 150 itens são objeto de discussão quanto às regras de origem. Este será o mecanismo pelo qual poderemos distinguir nossos produtos dos concorrentes. A similaridade passa a ser estranha, quando admitimos uma certificação de origem. Como poderá existir um "queijo de minas", com certificado de origem, que não seja em Minas Gerais? Mesmo assim, Vera Thorstensen alerta para que sejamos mais atuantes na OMC, pois os conceitos de regras de origem podem variar de acordo com o produto. Um exemplo real é o que está acontecendo com o café. Países exportadores de café processado, mas não produtores de café em grão, como Áustria, Itália e Alemanha, lutam para definir regra de origem "a partir do local onde é feito o ´blend´ do produto". Nossos investimentos nas marcas de origem, como "Café do Cerrado", "Café das Montanhas de Minas" etc., ficariam comprometidos ou não causariam o mesmo impacto.

1 - O Paradoxo Global, segundo Naisbitt: "Quanto maior a economia mundial, mais poderosos são os seus protagonistas menores".

2- Milton Almeida dos Santos (1926-2001) - doutor em geografia pela Universidade de Estrasburgo e professor emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, recebeu em 1994 o Prêmio Vautrin Lud, equivalente a um Nobel de Geografia. Escreveu 40 livros e era consultor da Organização das Nações Unidas, da Organização Internacional do Trabalho e da Organização dos Estados Americanos.

Páginas: anterior 1 2 próxima Topo da página


Marcos Garcia JansenEnvie um email!
Diretor de Política Agrícola - SEAPA

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • cachaça
    concordo com o que voce escreveu neste artigo, poderia me coloar aqui como um consumidor nato dessa agua que passarinho nao ingere naturalmente. apesar da produçao caseira ser um desafio de mercado, podemos perceber o marketing potencial dessa produçao, agregando valores a esse produto "sagrado"
    junior - 15/06/05 09:49

  • artigos
    Sr. Marcos, estive acompanhando alguns artigos seus, que vao ser de grande utilidade para mim, ja que estou me graduando em Marketing em londrina e estou fazendo meu trabalho na area de agronegocios, especificamente sobre estrategias de marketing para a minha empresa que comercializa produtos agropecuarios, se for possivel envie para mim, algum material... artigos.. dados... desde ja agradeço sua atencao ana carolina silveira carolina.1@zipmail.com.br / multicampo@sercomtel.com.br
    ana carolina - 05/08/03 08:45

  • Re: elogios
    Caro Professor Mosele, É sempre um prazer comentários sobre nosso trabalho, principalmente quando partem de um professor e sabendo que poderão ser úteis. Também sou professor de economia na Universidade Estácio de Sá, campus de Belo Horizonte. Se possível relate a utilização dos artigos e os comentários e sugestões dos alunos. Um cordial abraço, Marcos Garcia Jansen
    Marcos Garcia Jansen - 21/01/03 06:00

  • elogios
    Excelente os Artigos do Diretor de Política Agrícola - SEAPA Sr. Marcos Garcia Jansen. Parabéns. Sou professor universitário e proetendo comentá-los com meus alunos.
    Sérgio Henrique Mosele - 07/01/03 14:30

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS

    Artigos por assunto

    Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
    Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br