Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
o Jacaré da Serra do Amolar, Pantanal.

27/07/2004

:. Do mesmo autor
Papel da temperatura na vida dos jacarés.

Uso do ultraleve nos estudos do jacaré-do-pantanal

Abate humanitário de crocodilianos

Movimento dos Jacarés no pantanal

Ecologia e Comportamento das Capivaras no Pantanal

Coleção de Referência da Herpeto e Mastofauna do Pantanal.

Os Jacarés Movem em Grupos?

Importância dos estudos Reprodutivos na conservação dos Jacarés Brasileiros

Uso de Helicóptero nos Estudos de Reprodução do Jacaré-do-Papo Amarelo.

Movimentos dos Jacarés em Busca de Alimento.

Estudos das Iguanas no Pantanal

Estudo da dispersão e movimento do jacaré-do-pantanal através das ondas do rádio

A paisagem na visão dos animais

Anurus da Estação Ecológica Nhumirim e do Entorno do Pantanal Sul

Os habitats do jacaré-paguá no entorno do Pantanal

O jacaré-paguá, Paleosuchus palpebrosus, é considerado entre as 22 espécies de crocodilianos a menor em tamanho atingindo no máximo 1.6 m de comprimento. Dentre as cinco espécies que ocorrem no Brasil, o jacaré-paguá tem a sua distribuição marcante ao longo dos rios Amazonas, Paraguai e Paraná e de suas áreas inundadas, excluindo a área central do Pantanal. Nos arredores do Pantanal, existem alguns registros de ocorrência dessa espécie nas nascentes do Rio Paraguai, Serra do Amolar, Urucum e Bodoquena. A espécie está ocupando outros habitats periféricos da planície do Pantanal, causando uma separação espacial com o Caiman crocodilus yacare (jacaré-do-pantanal).

O valor comercial de suas peles é de baixa importância no mercado justificada pela alta ossificação da sua pele aliada as baixas densidades naturais da espécie. A forma de aproveitamento que provavelmente, freqüente na região da Amazônia, é a caça de subsistência. A falta de informação ecológica da espécie, apesar da extensiva distribuição geográfica, é um fator que pode eventualmente afetar a conservação desta espécie.

Há 10 anos atrás, um estudo pioneiro da Embrapa Pantanal com a espécie foi realizado na região da serra do Amolar, na fazenda Acurizal, atualmente da Fundação Ecotrópica. A fazenda Acurizal está localizada ao Norte de Corumbá, próxima da fronteira com a Bolívia, e tem uma elevação de quase 600 m acima do nível do mar. Nos dois riachos de águas claras e substrato de areia e pedras, os jacarés-paguás, tanto adultos como filhotes foram contados, capturados e marcados.

O jacaré-paguá, P. palpebrosus, foi encontrado nos dois riachos em densidades de até oito indivíduos/km. No entanto, quando os riachos estavam mais secos, observou-se poucos jacarés. Possivelmente, os jacarés moveram-se para outras áreas dentro da floresta. Os filhotes recém-eclodidos também foram encontrados e capturados indicando que a reprodução está ocorrendo normalmente na área.

As populações de P. palpebrosus e seus habitats são razoavelmente bem protegidos na área da Serra do Amolar. No entanto, examinando dois riachos aparentemente similares na Serra do Urucum, próximo de Corumbá, observou-se que estas áreas estavam impactadas pela poluição oriunda da mineração, não sendo observada a presença de jacarés nestes riachos. Recentemente, a Embrapa Pantanal continua engajada nos estudos de distribuição e abundância do jacaré-paguá, nos arredores do Pantanal Sul e áreas da Amazônia Central, para definição do plano de conservação da espécie e de seus habitats.

Zilca CamposEnvie um email!
Pesquisadora - EMBRAPA/CPAP

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

:. ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos por assunto

Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br