Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
O nematóide das galhas: o inimigo oculto da lavoura cafeeira rondoniense.

17/12/2007

O Brasil é o maior produtor e exportador de café, é responsável por 28% da produção mundial e possui um parque cafeeiro com cerca de 6 bilhões de pés em aproximadamente 2,6 milhões de hectare Nesse contexto, Rondônia ocupa a sexta posição entre os Estados produtores de café e destaca-se por ser o maior produtor de café da Região Norte, com uma produtividade média de 7,77 sacas/ha, segundo dados da SEAPES. Essa produtividade é considerada muito baixa, se comparada à média nacional que está em torno de 80 sacas/ha.

A ausência de chuvas em um período longo, a ausência de irrigação, o não uso de calcário, de adubação, a ocorrência de pragas e doenças as quais não sofrem qualquer controle e um manejo de poda inadequado são alguns dos fatores preponderantes para explicar a baixa produtividade rondoniense de café.

Dentre as doenças que afetam a cultura do cafeeiro, a presença do nematóide das galhas talvez seja hoje a principal. Primeiro por que o nematóide pode provocar uma redução de até 30 % na produtividade da plantas quando esta se encontra atacada e segundo que, por ser uma doença que ocorre no solo, normalmente o produtor não se dá conta que o nematóide está nas raízes ou confunde seus sintomas com problemas nutricionais.

As perdas provocada pelo nematóide das galhas pode variar desde a redução da produtividade das culturas ou até mesmo levar as plantas a morte, como no caso de M. paranaensis, espécie descrita recentemente no Estado do Paraná.

Os nematóides formadores de galhas radiculares, pertencentes ao gênero Meloidogyne, são o grupo de maior importância econômica na agricultura. Nematóides são microrganismos vermiformes parasitas que, de forma semelhante às verminoses que acometem o ser humano, provocam a redução e até a paralisação do crescimento das plantas, pela absorção de nutrientes que seriam usados no desenvolvimento da parte aérea e, em especial, das raízes.

Páginas: anterior 1 2 próxima Topo da página


José Roberto Vieira JúniorEnvie um email!
Pesquisador - EMBRAPA/CPAFRO
Cléberson de Freitas FernandesEnvie um email!
Pesquisador - EMBRAPA/CPAFRO

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • feijao de corda
    boa tarde sou produtora de feijao de corda estou c/o problema no feijao que estar ficando emrrugado e c/as folhas enferujada gostaria que voces mim ajuda~se.ANAIR sao pedro rn
    Anair gomes da rocha brito - 23/10/09 13:47

  • Conteudo do artigo
    Parabens, artigo esta muito completo ! Bom trabalho!!
    Gustavo Palermo - 28/05/08 18:21

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS

    Artigos por assunto

    Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
    Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br